O desempenho dos Eurodeputados – Dos factos às opiniões, por Manuel Dias

site@2b-on.pt News Leave a Comment

Vivemos num mundo cada vez mais globalizado e competitivo. Como parte de um universo de 400 milhões de europeus, enfrentamos muitos desafios – como a crise de refugiados, alterações climáticas, desemprego jovem, privacidade dos dados, Brexit ou o reaparecimento de grupos extremistas e nacionalistas. Perante tudo isto as eleições europeias são um momento único para expressarmos a nossa opinião sobre estes desafios e ameaças crescentes, tanto nos princípios teóricos, como na prática, tendo um papel chave na influência das políticas que afetam a nossa vida em Portugal e na Europa.

As eleições europeias realizar-se-ão em Portugal no próximo dia 26 de maio e visam a escolha dos 21 eurodeputados portugueses que nos representarão no Parlamento Europeu, durante os próximos 5 anos. Com base no pressuposto de que escolhas informadas, fundamentadas e objetivas são escolhas melhores e/ou mais conscientes, desafiei-me a procurar dados públicos que pudessem ajudar a avaliar o impacto das ações destes agentes políticos no contexto europeu e nacional.

A disponibilização de informação credível, mensurável e pública assume, por isso, um papel essencial para a transparência na política e sobretudo no serviço ao cidadão. Como diz Hannah Arendt, uma das mais importantes filósofas do século XX, “Os factos são a matéria das opiniões, e as opiniões, inspiradas por diferentes interesses e diferentes paixões, podem diferir largamente e permanecer legítimas enquanto respeitarem a verdade de facto”. Nesse sentido e face à diversidade de opiniões e notícias, o trabalho que aqui apresento visa, na sua essência, disponibilizar informação clara, objetiva, atualizada, credível e apresentada num modelo simples que permita a todos os cidadãos analisar e retirar as suas conclusões no que toca à performance dos eurodeputados e do Parlamento Europeu. 

Metodologia de Cálculo dos Indicadores

No alt text provided for this image

Os dados utilizados nesta análise foram recolhidos do site publico MEP Ranking, que desde 2009 monitoriza de forma sistemática todas as atividades realizadas no parlamento europeu, disponibilizando um conjunto de indicadores e rankings sobre diversas áreas de atuação dos deputados. Os vários indicadores apresentados (rank global, produtividade, atividade, assiduidade, etc.) são calculados tendo por base uma pesquisa rigorosa feita em 2016 por uma agência de investigação de análise de dados políticos – http://datarada.eu/ – cujo estudo passou por uma validação pelos próprios eurodeputados do esforço associado a cada tipo de acção. A título de exemplo, o o cálculo do Score Global é feito através do cálculo da média ponderada de 6 factores diferentes: declarações, opiniões, discursos, perguntas, relatórios, emendas, tal como descrito em detalhe aquiAs diversas ponderações são baseadas no estudo feito pelo Dr. Julii Selianko (PhD Fellow, Marie Curie Research Programme) que entrevistou todos os eurodeputados, especialistas, professores universitários, indo mesmo a todos os assistentes de cada deputado.

Com base nesta informação e tirando partido de uma ferramenta de análise de dados poderosa e intuitiva – o Power BI – procedi à criação de um conjunto de análises dinâmicas focadas em quatro perspetivas principais, nomeadamente:

  1. Análise do desempenho dos países da União Europeia baseada no ranking de performance, produtividade, atividade e assiduidade, entre outros.
  2. Análise da performance de um país em específico e dos seus eurodeputados.
  3. Benchmark dos eurodeputados no contexto do seu país, em várias dimensões.
  4. Indicadores detalhados do eurodeputado e comparação com os restantes.

Com o objetivo de total independência na interpretação dos resultados, apresenta-se de seguida uma descrição sumária de cada análise juntamente com os indicadores mais relevantes, deixando ao leitor a liberdade e a capacidade de interagir com os dashboards e obter as suas próprias conclusões, bastando para isso clicar neste link ou nas próprias imagens.

Análise Global

No alt text provided for this image

Esta visão dá-nos uma perspetiva global sobre a performance de cada pais bem como o número de membros eleitos. Como podemos verificar, Portugal está em oitavo lugar num total de 30 países, em termos de performance, e em décimo terceiro lugar em termos de representação no parlamento. Podemos também ver a distribuição de eurodeputados por grupo parlamentar e cruzar essa informação com a geografia e performance de cada país.

Análise do País

No alt text provided for this image

Nesta visão, onde podemos seleccionar o país, podemos ver na parte superior o ranking do país, no centro uma análise dos eurodeputados em várias dimensões (performance, produtividade, assiduidade, etc.) e por fim uma análise da performance dos grupos partidários nacionais. Clicando com o botão direito do rato em cima da imagem do deputado é possível aceder a todos os indicadores detalhados desse membro.

Benchmark dos Eurodeputados

No alt text provided for this image

O objetivo deste relatório é dar um visão mais detalhada dos vários indicadores em que cada eurodeputado é avaliado, podendo o leitor ordenar a lista por qualquer uma das colunas e explorar os dados da forma que preferir. Por exemplo facilmente percebemos que o europdeputado José Manuel Fernandes do PSD é o que possui maior desempenho global, mas são os eurodeputados do PCP os que apresentam maiorprodutividade. No campo social Ana Gomes e Carlos Zorrinho são os campeões com o mair número de tweets publicados.

Detalhes do Eurodeputado

No alt text provided for this image

Por último, está disponível uma vista de detalhe com todos os atributos, métricas e rankings de um eurodeputado. Esta vista é particularmente interessante pois além de um conjunto de informação individual, permite também a comparação em várias dimensões desse eurodeputados com todos os outros da União Europeia.

Em conclusão, mais do que os resultados obtidos, esta análise demonstra o quão importante é ter informação atualizada, com qualidade e acessível a todos nós. Só assim poderemos assegurar opiniões fundamentadas e contribuir para uma maior transparência das instituições, nacionais e europeias para com os cidadãos.

Nota: Sou empregado full-time da Microsoft, mas os meus posts no LinkedIn refletem as minhas opiniões pessoais.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *