Incêndios em Portugal – Analítica avançada no suporte à decisão, por Manuel Dias

André Notícias Leave a Comment

incêndio florestal de Pedrogão Grandeque deflagrou a 17 de Junho foi um dos maiores incêndios florestais de sempre em Portugal, o mais mortífero da história do país e o 11.º mais mortífero a nível mundial desde 1900.

Como muitos milhares de portugueses, foi com um profundo pesar que assisti em tempo real aos diversos diretos e reportagens na passada semana. Os inúmeros debates que se têm seguido, com inúmeros especialistas, nos inúmeros programas, todos eles discutindo as inúmeras políticas que nos colocam no estágio em que estamos hoje, onde o número de vítimas mortais assume uma dimensão catastrófica!

Apesar da importância no apuramento de responsabilidades, este artigo não pretende entrar na análise das causas por detrás desta catástrofe mas tão somente chamar a atenção para o valor da informação que hoje existe sobre os incêndios florestais e do papel crucial desta para o suporte à tomada de decisão, seja ela operacional ou numa fase prévia de prevenção e planeamento.

A massificação de tecnologias de Big Data no processamento de novos tipos de dados capazes de captar todos os fatores meteorológicos, a Internet das Coisas (IoT) no suporte à sensorização e vigilância da floresta e a Inteligência Artificial na extração de padrões e comportamentos que nos permitam uma prevenção mais eficaz, são alguns dos exemplos de como a tecnologia nos poderá ajudar no futuro.

Numa busca rápida pela web por informação credível na área dos incêndios, facilmente se constata a dispersão de dados e a dificuldade de acesso por parte de um público o mais amplo possível, independentemente das suas competências em lidar com estatísticas. Como em muitos outros sectores de atividade, esta falta de informação estruturada e acessível a todos, continua um dos maiores obstáculos para uma tomada de decisão correcta e atempada.

O exercício que partilho procura acima de tudo integrar informação de múltiplas fontes, a maior parte delas em formato pdf ou zip e sob a forma de tabelas extensas, de difícil interpretação mesmo pelos mais especialistas, e disponibilizar um conjunto alargado de dashboards interativos e de fácil consulta com informação que vai além das estatísticas agregadas, usualmente cegas às causas e à importância dos diversos fatores que apenas uma análise mais detalhada permite.

 Através do Microsoft Power BI, tecnologia amplamente usada para análise avançada e interativa de informação, é possível aceder e tratar dados não estruturados, provenientes das mais diversas origens (csv, pdf, bases de dados, redes sociais, etc.) e produzir relatórios altamente interativos, visuais e simples de compreender. Por último e não menos importante, é possível publicar e partilhar com o público em geral estas análises para que cada um possa tirar as suas conclusões.

As fontes de informação utilizadas são provenientes de ficheiros zip disponibilizados no site do Instituto da Conservação da Natureza e Florestas (ICNF), do European Forest Fire Information System (EFFIS) e da Wikipedia.

Para aceder diretamente aos dashboards públicos basta clicar na imagem ou no seguinte link: https://aka.ms/incendios. O Dashboard é composto por 8 relatórios diferentes onde é possível interagir com os gráficos, filtrar informação ou fazer drill-down.

Por último uma enorme palavra de agradecimento aos nossos bombeiros, que sem modelos matemáticos ou tecnologia de ponta, no terreno voluntariamente combatem uma guerra sem vencedores, colocando a sua vida em risco em prol de todos nós. Muito obrigado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *